Envie para um amigo



Fale com a Diretoria

Tem alguma dúvida? Precisa saber sobre alguma demanda como filiado? Quer contribuir com sugestões, ideias ou críticas?

Envie uma mensagem para a DS Ceará. Queremos ouvir você!




Histórico

A Delegacia Sindical do Ceará é um sindicato da categoria funcional dos Auditores Fiscais da Receita Federal que passou a existir juridicamente em 14 de setembro de 2009. Após um processo de unificação que durou mais de dois anos, os Auditores-Fiscais oriundos das Receitas Federal e Previdenciária passam a ser representados por um único sindicato: o Sindifisco Nacional (Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil).

As bases do desafio de unir duas entidades sindicais – Unafisco e Fenafisp – foram lançadas com a sanção da Lei 11.457, de 19 de março de 2007, que determinou a fusão dos Fiscos. Com a mudança que passou a viger em maio daquele mesmo ano, Auditores-Fiscais da Receita Federal e da Previdência Social passaram a integrar o mesmo cargo – o de Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil.

A missão do Unafisco e da Fenafisp, a partir daquela data, foi, por meio de um processo democrático, promover uma unificação que conciliasse culturas sindicais diferentes, de forma harmônica, sem rupturas drásticas com o passado de cada entidade e sem causar divergências que pudessem por em xeque todo o processo de unificação.

A unificação do Unafisco com os sindicatos estaduais da base da Fenafisp começou, de fato, a partir da Assembleia Nacional realizada em 11 de setembro de 2008, quando Auditores-Fiscais de todo o país aprovaram a estrutura da nova entidade (sindicato de base nacional com representação única) e o calendário da unificação, que já haviam sido discutidos e aprovados em Plenária Nacional Conjunta, realizada em São Paulo nos dias 28 e 29 de agosto de 2008.

O Congresso de Unificação, realizado entre os dias 13 e 18 de abril de 2009, em Brasília, quando os delegados eleitos pela categoria aprovaram a minuta do Estatuto da nova entidade, teve papel relevante no processo de unificação, vez que serviu para superar obstáculos e unificar o entendimento de como deverá ser o perfil da nova entidade sindical. Posteriormente, tal minuta foi posta à apreciação de uma Assembleia Nacional, realizada em 7 de maio, que referendou por absoluta maioria não apenas esse texto, mas todo o processo de unificação.

A conclusão dessa fase democrática de debates abriu caminho, enfim, para a organização do processo eleitoral com vistas a eleger a primeira diretoria do Sindifisco em âmbito nacional e de suas Delegacias Sindicais. A campanha eleitoral para a DS/CE envolveu duas chapas e durou cerca de dois meses.

A chapa vencedora tomou posse no dia 14 de setembro de 2009, concluindo mais uma etapa de uma história rica em conquistas e dando início a uma nova fase em que os AFRFB estão unidos em torno de um grande e único sindicato que deverá lutar pelos interesses da categoria, sempre norteado pela defesa do interesse público: o Sindifisco Nacional.