Envie para um amigo



Fale com a Diretoria

Tem alguma dúvida? Precisa saber sobre alguma demanda como filiado? Quer contribuir com sugestões, ideias ou críticas?

Envie uma mensagem para a DS Ceará. Queremos ouvir você!




Auditores-Fiscais filiados à DS/CE discutem perspectivas de acirramento da mobilização e fazem análise da conjuntura

10, Janeiro, 2018

 

As perspectivas de acirramento da mobilização, a partir de iniciativas do CNM, e a análise da conjuntura foram os temas de reunião realizada na segunda (08). A iniciativa partiu da DS/Ceará e do Comando Local de Mobilização (CLM). O encontro ocorreu na sala de fiscalização previdenciária. Na próxima quarta (10), haverá outra reunião no auditório da Alfândega do Porto de Fortaleza, a partir das 09h, quando serão discutidas as questões do plantão de 24x72h e do pagamento de adicionais decorrentes de periculosidade, insalubridade e penosidade.

O Presidente da DS/CE destacou que a mobilização, da forma como vem sendo executada, não surte os efeitos de pressão sobre o Governo, de modo que os resultados devem acontecer quando e na forma pretendida pela Administração. O Presidente lembrou dois momentos de enfrentamento mais efetivo ocorridos na mobilização – julho de 2016 e dezembro de 2016 – quando se conseguiram respostas do Governo Federal conforme os pleitos da categoria.

Defendeu ainda, que, além do maior engajamento por parte de cada Auditor-Fiscal na mobilização - diante de sua indispensável responsabilidade individual, são condições fundamentais para mudar o atual cenário: a confiança nas lideranças sindicais, a altivez e independência na postura da direção nacional e o resgate da unidade da categoria e de sua adesão às deliberações tomadas em assembleias, condição básica para a legítima atuação da instituição sindical. Concluiu reiterando as manifestações anteriores da DS pela ampliação das pautas da greve, com destaque para a luta pela incidência da previdência sobre o bônus e a revogação do “PAD-Gestor”, distorção jurídica trazida no novo Regimento Interno da RFB.

Já a Representante da 3ª RF no Comando Nacional de Mobilização tratou dos indicativos sugeridos pelo CNM para a próxima Assembleia Nacional, que ocorrerá no dia 15/01. Dentre eles estão a greve ininterrupta, a volta do “Fora Rachid” e a devolução dos trabalhos.

Alguns colegas pediram mudanças no modelo de mobilização, trazendo sugestões como a intensificação na realização de determinados trabalhos e a não distribuição de declarações para a conferência aduaneira. Registrou-se também a frustração pela demora no cumprimento da regulamentação do bônus e o cenário de grave insegurança para os aposentados e aposentáveis quanto ao recebimento do bônus.