Envie para um amigo



Fale com a Diretoria

Tem alguma dúvida? Precisa saber sobre alguma demanda como filiado? Quer contribuir com sugestões, ideias ou críticas?

Envie uma mensagem para a DS Ceará. Queremos ouvir você!




PF desmonta novo grupo de Marvizi

21, setembro, 2011

Em uma nova coletiva de Imprensa, a segunda em menos de 24 horas, a Polícia Federal no Ceará divulgou, na tarde de ontem, os resultados da operação ´Canal Vermelho II´, desencadeada para o combate a uma organização criminosa acusada do contrabando de artigos eletrônicos e que teria ramificação com o grupo chefiado pelo iraniano Farhad Marvizi, o ´Tony´.

Ao todo, foram apreendidas 553 caixas de produtos eletroeletrônicos - principalmente celulares e notebooks - nos Estados do Ceará, São Paulo, Minas Gerais Paraná e no Distrito Federal. O valor estimado da mercadoria interceptada é de R$4,4 milhões.

As investigações em torno do crime começaram depois do atentado sofrido pelo auditor da Receita Federal, José de Jesus Ferreira, em dezembro de 2008 nesta Capital. A PF iniciou o trabalho para identificar quem teria arquitetado e executado a trama. Segundo a PF, com o andamento das investigações, o enorme comércio de mercadorias fruto de contrabando e descaminho foi sendo descoberto. Os eletroeletrônicos saíam do Paraguai e chegavam à Foz do Iguaçu, no Paraná, por via aérea. Cerca de 45 pessoas, inscritas como físicas ou jurídicas estão envolvidas no Brasil inteiro, muitas delas com nomes fictícios. Cinco acusados foram presos, ontem, em São Paulo, Minas Gerais e Paraná. Aqui no Ceará, mercadorias foram apreendidas na Capital, em Maracanaú e Quixadá. Uma gráfica que falsificava blocos de notas fiscais na Barra do Ceará foi fechada.


Outras notícias

//

PF desmonta novo grupo de Marvizi

//