Envie para um amigo



Fale com a Diretoria

Tem alguma dúvida? Precisa saber sobre alguma demanda como filiado? Quer contribuir com sugestões, ideias ou críticas?

Envie uma mensagem para a DS Ceará. Queremos ouvir você!




Diário do Nordeste publica hoje (16/4) nota sobre Privatização da Previdência Pública

16, abril, 2012

O Jornal Diário do Nordeste publicou hoje (16/4), na página 15 da sua Editoria de Política, sob o título “Com o Apoio de Senadores e Deputados do Ceará, Governo Dilma Privatiza a Previdência Pública”, nota do Fórum Estadual em Defesa da Previdência Pública, da qual faz parte a DS/CE. Confira abaixo a íntegra do texto.

Com o Apoio de Senadores e Deputados do Ceará, Governo Dilma Privatiza a Previdência Pública

Foi com profundo pesar que acompanhamos no último dia 28/03 a aprovação do projeto de lei – PLC nº 02/12 no Senado Federal, que privatizou a previdência pública no Brasil.

O governo Dilma implementou mais um golpe na previdência pública e estatal, retirando direitos e garantias da previdência dos servidores públicos, aprovando o PLC nº 02/12, que deixará o servidor sem nenhuma segurança de que sua aposentadoria estará preservada, ficando à mercê do mercado financeiro e dos especuladores.

O que mais entristece a classe trabalhadora é ver que o governo do PT e do PC do B traiu os servidores públicos, que nunca lhes negaram apoio e voto. Os senadores José Pimentel, do PT, e Inácio Arruda, do PC do B, que em mandatos anteriores, ajudaram a manter a previdência pública, assumiram uma nova versão manchando suas biografias, e passaram a defender os interesses do sistema financeiro internacional.

Com o apoio dos três Senadores do Ceará, Inácio Arruda (PC do B), José Pimentel (PT) e Eunício Oliveira (PMDB), os trabalhadores do serviço público estão sendo sacrificados para que os bancos possam anunciar recordes de lucratividade.

Aprovado antes na Câmara dos Deputados, o projeto também contou com o voto de traição dos deputados Arnon Bezerra (PTB), Danilo Forte (PMDB), Domingos Neto (PSB), José Guimarães (PT), José Linhares (PP), Manoel Salviano (PSD), Mário Feitoza (PMDB), Mauro Benevides (PMDB) e Vicente Arruda (PR).

Porém nem todos os deputados federais do Ceará traíram os trabalhadores, tendo votado contra este projeto que representa a privataria da previdência e a fragilização do serviço público.
É preciso deixar claro que o maior prejudicado com a aprovação do PLC nº 02/12 é o conjunto da sociedade usuária de serviços públicos, uma vez que a desvalorização e a retirada de recursos implicam a perda de qualidade dos serviços prestados à população.

Deve ficar gravado na memória do povo cearense o comportamento desses senadores e deputados, para que possamos lembrar nas próximas eleições.

SINDIFISCO NACIONAL – DS/CE, SINPRECE, SINTSEF/CE, ANFFA SINDICAL-DS/CE, SINDAIT/CE, ADUFC-Sindicato, SINAL/FORTALEZA e CSP CONLUTAS.